PSDB diz que processo do PT contra Serra é “cúmulo da inversão ética”

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), criticou o PT por dizer que irá processar o pré-candidato tucano à Presidência, José Serra. Segundo ele, o processo do PT é o “cúmulo da inversão ética”.

Nesta quinta-feira, o PT decidiu interpelar judicialmente Serra para que ele confirme ou não a declaração na qual atribuiu a Dilma Rousseff (PT) a responsabilidade pela confecção de um suposto dossiê contra ele. Se reafirmar, será processado, segundo os petistas.

“Quem deve alguma explicação a respeito dessa fábrica de dossiês é o PT e a campanha da Dilma”, escreveu o senador na sua página no Twitter.

Segundo o tucano, “se a Dilma não manifesta repúdio ao que foi feito, não manda embora e nem entrega os malfeitores, então ela assume a responsabilidade por mais essa trapalhada. Não adianta inverter as coisas.”

Depois de uma reunião entre o presidente do PT, José Eduardo Dutra, e o secretário-geral do partido, deputado José Eduardo Cardozo (PT-SP), o partido decidiu processar Serra.

“Um candidato à Presidência não pode ficar fazendo acusações ao léu. Se ele confirmar o que disse, entraremos com uma ação por danos morais. Ele terá de provar o que falou. Essa declaração é uma lesão à imagem de Dilma”, defendeu Cardozo.

No sábado, a revista “Veja” divulgou que petistas articularam a montagem de uma equipe de espionagem para confeccionar dossiês contra adversários, mas a estratégia não teria ido adiante, em razão de intervenção de outra ala do partido.

Ontem, Serra comentou pela primeira vez o episódio. “A principal responsabilidade desse dossiê é da candidata Dilma. Não tenho dúvidas”, afirmou. A ex-ministra da Casa Civil rebateu a acusação. “Isso é uma falsidade. Não vou ficar batendo boca, mas isso é uma falsidade.”

24 horas news

Rizzolo: De forma nenhuma, se o pré candidato fez uma acusação terá que arcar com o ônus da prova, para tanto do ponto de vista jurídico o remédio por hora é a interpelação judicial. Ora, não é possível que um partido faça uma acusação dessas desprovido de provas simplesmente por desespero político. Por bem o partido dos trabalhadores ingressou com a devida ação, agora Serra terá que provar ou se desmoraliza ainda mais.

No 1º de abril, PSDB lança ‘Mentirômetro do Lula’

BRASÍLIA – No embalo do folclore que estabeleceu o da Mentira”1º de abril como “Dia Internacional , o PSDB lançou nesta quarta-feira, 1º, o “Mentirômetro do Lula”. Os tucanos tomaram emprestado o nariz do personagem Pinóquio para servir de ponteiro do termômetro que “mede a gravidade da mentira”, no painel inaugurado pelo líder do partido na Câmara, José Aníbal (SP), com direito à presença do presidente nacional da legenda, senador Sérgio Guerra (PE), e discursos que imprimiram tom de deboche às críticas ao governo e ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Para marcar a solenidade, foram selecionadas 18 frases célebres pronunciadas pelo presidente desde 2003 e os deputados foram convidados a enquadrá-las em oito categorias que vão de “mentirinha” até “mentiras do século”, passando por “marolinha” e “mentira de bar”. O líder Aníbal inaugurou o painel com a frase presidencial que classificou como “mentira deslavada”, pronunciada no dia 10 de março, em Brasília: “Não descarto o crescimento de 4% do PIB em 2009”.

Agência Estado

Rizzolo: Muitas coisas que o presidente fala, acredito eu, nem mesmo ele crê. A maior delas ainda é a ” marolinha” e provavelmente seja a minha preferida. De qualquer forma até o dia em que o povo acreditar elas tem validade. Ocorre que contra fatos não há argumentos , e o presidente há de convir que ainda falar a verdade na política vale mais a pena, nem que o preço seja perder a sua intocável popularidade.

Agora convenhamos, não é uma maneira muito ética de criticar o presidente. Pessoalmente não gostei. E aí vem a turma que gosta de me criticar. “Ah! Esse Advogado aí, esse Rizzolo é um cara que malha o Lula à vontade, agora quando o PSDB faz algo organizado ele diz que é falta de respeito, e dá uma lição maçonica de moral”. Eu respondo: esse tipo de brincadeira desqualificatória e não ética, não leva à nada, o que desqualifica pessoas ou partido, é receber doação por fora de construtora ou pagar avião fretado com dinheiro do Senado, sei que nada ficou provado por hora, mas cuidado com as brincadeiras …..