Receita deflagra Operação Mansões, que investiga imóveis de alto padrão

Objetivo é combater sonegação de contribuições à Previdência Social.
Segundo o órgão, não-recolhimento afeta as contas do INSS.

A Receita Federal anunciou nesta quinta-feira (22) que vai convocar 10 mil responsáveis por obras de construção civil de alto padrão, localizadas principalmente em condomínios fechados, para cobrar o recolhimento das contribuições previdenciárias de funcionários.

A falta de pagamento foi detectada por meio do cruzamento das matrículas das construções na Receita Federal com as informações encaminhadas mensalmente pelas prefeituras municipais sobre recolhimento de impostos.

A operação começará por São Paulo, mas deverá ser estendida a outras regiões do país, conforme o secretário da Receita Federal, Otacílio Dantas Cartaxo. De acordo com o órgão de fiscalização, foram encontradas milhares de residências de alto padrão sem qualquer recolhimento de contribuição previdenciária. Isso prejudica, segundo a Receita, as contas da Previdência Social.

Empresas

Além das verificações de obras de pessoas físicas, as delegacias de arrecadação vão intensificar o combate à sonegação de contribuições previdenciárias por empresas do setor da construção. De acordo com o órgão, o proprietário ou empresa que não quitar o débito previdenciário ficará sujeito à abertura de ação fiscal, que pode gerar multa.

Somente em Bauru, no interior paulista, o recolhimento previdenciário atingiu R$ 4,8 milhões após a notificação de 17 obras com área construída acima de 2 mil metros quadrados.
globo

Rizzolo: Não é possível imaginar que empresários da área imobiliária não recolham contribuições previdenciárias, mormente em se tratando de obras de alto padrão. A insensibilidade para com os pobres e aposentados neste país se tornou assustadora. Por certo são estes sonegadores que não aprovam a CSS, e por certo também pouco estão interessados com a massa pobre que sem nada ter agoniza nos corredores dos hospitais.