UGT: só haverá acordo com fim do fator previdenciário

BRASÍLIA – O presidente da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Ricardo Pattah, afirmou hoje que a entidade só aceitará proposta do governo federal para reajuste dos aposentados e pensionistas da Previdência que inclua o fim do fator previdenciário. “Não terá acordo em relação a esse instrumento perverso que reduz os benefícios, que é o fator previdenciário”, disse ele, em conversa com a Agência Estado. Segundo ele, a posição da entidade em favor do fim do fator previdenciário, nos moldes de um projeto de lei de autoria do senador Paulo Paim (PT-RS), foi referendada hoje durante a realização da 8ª Plenária da UGT, em Brasília, que reuniu dirigentes regionais da entidade.

O presidente da UGT confirmou a possibilidade de ocorrer uma reunião entre os dirigentes de todas as centrais sindicais com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva amanhã ou na quinta-feira pela manhã, após a 6ª Marcha da Classe Trabalhadora marcada para esta quarta-feira em Brasília. Segundo Ricardo Pattah, o reajuste real de 2,5% que está sendo sinalizado para quem ganha mais de um salário mínimo da Previdência Social pode ser melhorado. “No entanto, a nossa principal condição será o fim do fator previdenciário e vamos panfletar o Brasil com essa nossa posição”, ressaltou o sindicalista.

A proposta do senador Paim, que extingue o fator previdenciário, não agrada o governo porque elevará as despesas com aposentadorias futuras. O fator é uma fórmula que reduz ou eleva o valor final das aposentadorias de acordo com a idade do segurado. O Ministério da Previdência Social é contra a proposta porque, além de acabar com essa fórmula, o projeto também restabelece a chamada “média curta” no cálculo das aposentadorias, considerando apenas os últimos três anos de contribuições ao sistema. Atualmente, considera-se a média das contribuições feitas desde junho de 1994.

O governo não quer o fim do fator, que foi criado em 1999 para desestimular as aposentadorias precoces. Desde então, proporcionou ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) uma economia estimada em R$ 10 bilhões. O governo aceitou apenas uma mudança de critério: as pessoas poderiam se aposentar com benefício integral quando a idade, somada ao tempo de contribuição, resultasse em 95 anos (homens), ou 85 anos (mulheres). Por essa nova fórmula, seria exigido menos tempo adicional de contribuição para não haver redução nos valores finais.

agencia estado

Rizzolo: É bom saber que, no universo sindical ainda existem pessoas, líderes, comprometidos com a causa dos aposentados como Ricardo Pattah. Desse eu posso falar porque o conheço, e é um amigo. A postura realista de Pattah na defesa do fim do fator previdenciário, faz dele um destaque no universo sindical, comandando a UGT. Falar claramente, sem rodeios que o que queremos é o fim do fator, sem meandros, sem instrumentos de substituição. Acabar com esse fator que na realidade agride a integridade física e moral dos aposentados e daqueles que já deram o seu quinhão de contribuição à nação. O presidente Lula não deixará uma triste lembrança na memória dos aposentados, tenho certeza disso. Parabéns Pattah pela sua postura !

6 Respostas to “UGT: só haverá acordo com fim do fator previdenciário”

  1. LUIZ CEZAR R DE SOUZA Says:

    ISTO E UMA VERGONHA, LUTAREMOS ATE CONSEGUIRMOS.

  2. Guido Ludtke Says:

    O PT já teve 7 anos para corrigir essa maldade do Fator Previdenciario do FHC. Ainda não o fez. Será que está gostando da maldade?!
    Parabens pela luta pelo fim do fator. Mas, se negociar for preciso, pelo menos incluir a proporcionalidade. Explico:
    Hoje o que se fala é, ou a regra 95/85 ou o fator previdenciario para quem não atinge 95. Mas para quem já tem os 35, com 55 anos de idade, atinge 90, em vez de ter que trabalhar mais 2,5 anos, poderia ter um redutor proporcional no fator e assim não ser prejudicado, dando seu lugar a outra pessoa que precisa trabalhar.
    Não estamos precisando de mais vagas de emprego?!

  3. Luis Claudio Fernandes Says:

    Do jeito que as coisas vão, daqui a pouco o Henrique Fontana, Pauliho da central, Pepe vargas dirão no palanque que fizeram boas propostas aos aposentados. Fazer o que?

  4. ELIO DANIEL DE QUEIROZ Says:

    esse GOVERNO ENGANADOR, é quer que as pesoas velhas permaneçam trabalhãdo que é para ele alisciá os mais pobre e enguinorantes com essa mal fadada bolsa família e ganha seus votos para sua candidata isso é uma vergonha para quem sempre se disse amigo dos trabalhadores, e ainda rouba os aposentados tirandolhe os seus direitos, e ainda bota a culpa no PSDB, se não condorda porque os corrigem, mas congresso NACIOANAL vai dá a resposta aprovando os restabelecimento dos direitos dos aposentados aí eu quero ver se LULA vai ter a coragem de vetar.

  5. Jall Campos Says:

    Quero aqui suplicar a UGT para lutar para acabar com este desumano FATOR PREVIDENCÍÁRIO, logo no início de 2010. O LULA traiu o trabalhador brasileiro quando prosseguiu com este maldito fator doado pelo pior presidente que o Brasil já teve, o carrasco do FHC!!! O Lula ainda tem uma chance de desfazer desta traição, acabando com esta maldição e apresentando uma alternatina menos penosa para a aposentadoria do trabalhador brasileiro. Vamos ficar de olho nos deputados, pois, aqueles que votaqrem contra o trablhador brasileiros, serão penalizados nas urnas, pode ter certeza disto.

  6. Jorge Eli da Silva Says:

    “FATOR PREVIDENCIÁRIO”
    O povo já não aguenta mais ouvir falar neste fator. É uma novela interminável. Presidente Luiz Inácio da Silva e seus Parlamentares que compõem esta casa. O povo está clamando pelo fim desta vergonha nacional. “FATOR PREVIDENCIÁRIO’.
    Este Fator fez um Rombo no Poder Aquisitivo dos cidadãos brasileiros.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: