Weg fecha fábrica de motores em Guarulhos e demite 370

SÃO PAULO – A Weg, empresa especializada na fabricação e comercialização de motores elétricos, anunciou hoje o fechamento de sua fábrica de motores para eletrodomésticos na cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo, com a demissão de 370 funcionários. Segundo a empresa, o sindicato da categoria já foi informado, em reunião, sobre a decisão e a maioria dos empregados atingidos pela medida já está em licença remunerada.

Segundo a Weg, o encerramento da produção na unidade faz parte de um plano de reestruturação para a área de motores elétricos para eletrodomésticos. “Com o objetivo de conseguir maior produtividade e competitividade neste segmento e tendo em vista a atual situação econômica e consequente retração de consumo, a Weg decidiu, após análise detalhada, aumentar a centralização da produção e encerrar as atividades produtivas na unidade fabril em Guarulhos, uma das três fábricas de motores para eletrodomésticos operadas pela Weg no Brasil”, informou a companhia.

“Embora o crescimento das receitas neste primeiro trimestre esteja ainda próximo de nossa expectativa inicial, principalmente pelo desempenho dos projetos já em andamento de grandes máquinas elétricas para o setor de energia, a visibilidade das condições de mercado para os próximos trimestres não melhorou em relação ao fim de 2008. Desta forma, estamos adotando medidas para enfrentar em melhores condições este cenário econômico”, disse em comunicado o diretor-presidente da Weg, Harry Schmelzer Junior.

Entre os produtos fabricados em Guarulhos, segundo a companhia, os motores para ar-condicionado sofreram retração mais acentuada da demanda, em razão da alteração ocorrida na política industrial de referência da Zona Franca de Manaus. De acordo com a Weg, até o primeiro semestre de 2007 a política industrial era orientada para o adensamento das cadeias produtivas nacionais, incentivando a utilização de componentes produzidos no mercado doméstico.

Com a alteração introduzida por portaria interministerial, passou-se a admitir a atividade industrial baseada em CKD (kits desmontados), que permite a importação com incentivos fiscais de componentes estrangeiros, dispensando a utilização dos mesmos produtos fabricados no Brasil. “Apesar do caráter inicialmente temporário das alterações, estas têm sido renovadas”, explicou a Weg.

A Weg informou ainda que o plano de reestruturação para a área de motores para eletrodomésticos inclui, entre outras ações, a reavaliação de atividades nas áreas produtivas e administrativas, a suspensão temporária de novas contratações e possíveis negociações para adoção de medidas alternativas para enfrentar redução de produção em áreas que forem mais afetadas pela queda de mercado.

agência estado

Rizzolo: A Weg é uma empresa nacional que surgiu nos anos 60 em Santa Catarina. A política expansionista e de multinacionalização da empresa, pouco atraída pelo mercado interno e disposta a disputar mercados internacionais, fez com a crise a atingisse. Não há dúvida que a grande saída para as empresas nacionais ainda é o potencial do nosso mercado interno, para isso é necessário uma nova visão tributária e de proteção ao nosso mercado nacional. No caso da Weg precisa-se saber quantos funcionários a empresa demitiu no exterior, para se ter a real dimensão do problema.

Em Jaragua do Sul sua sede, Weg demitiu 430 funcionários em janeiro e fevereiro. As rescisões foram homologadas pelo sindicato dos metalúrgicos. A empresa, que não se pronunciou ontem sobre o assunto, emprega aproximadamente 14.500 trabalhadores na cidade.

A verdade, é que muitos não gostam da palavra ” proteção” , mas a cada dia as pessoas estão se dando conta que em épocas de crise, com o acirramento nas disposições internacionais ao protecionismo, temos também que cuidar do nosso mercado. Ademais, países como a China por conta da crise, despejarão sua produção excedente a preços abaixo do mercado, aí eu quero ver, os condenam um protecionismo seletivo. Leia também artigo meu: Um novo olhar sobre o mercado interno

Publicado em últimas notícias, Banco Central, barreira as importações brasileiras, Brasil, cotidiano, Crise, Crise Financeira, crise na China, crise no Brasil, déficit comercial., defesa do mercado nacional, demissões em massa, economia, emergentes, FHC: crise vai crescer de forma exponencial, geral, mundo, News, notícias, Política, política internacional, Principal, protecionismo, protecionismo light é bom, protecionismo na dose certa, Weg demissões, Weg resultado negativo. Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Leave a Comment »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: